menu

Brasil

15/02/2016


Temer mira na presidência em 2018 em “campanha” pelos estados

Durante reunião com líderes do PMDB em Belo Horizonte nesta segunda-feira, 15, o vice-presidente Michel Temer afirmou que o partido precisa "ter a Presidência da República em 2018".

"Dizer que o PMDB não tem poder político, tem. Nós temos novos prefeitos, vereadores, deputados estaduais, federais, senadores, a Presidência da Câmara [dos Deputados], a Presidência do Senado, modestamente a vice-presidência da República, nós temos poder político. O que nós precisamos é ter a Presidência da República em 2018", disse Temer.

O vice-presidente citou o programa "Uma Ponte para o Futuro", lançado pelo PMDB no ano passado, que segundo ele, se tratam de "ideias ousadas" que "visam tirar o país da crise". "Lamento dizer que até o presente momento estas ideias não foram, digamos, acolhidas pelo governo e, se são acolhidas, não são mencionadas como teses do PMDB", afirmou.

Ele disse ainda que o poder político que o PMDB possui atualmente não é suficiente para executar aquilo em que a legenda acredita. "Enquanto nós não tivermos isso, nós ficamos apenas no verbo. E o verbo hoje não tem sido suficiente. Nós temos que ter meio, caneta, para executar aquilo que o verbo peemedebista relata, escreve", afirmou.

Brasil 247 

Notícias relacionadas