menu

Brasil

03/01/2017


Terremoto de magnitude 4,6 atinge o Maranhão

A secretaria de Defesa Civil afirmou no inicio da tarde desta terça-feira (3) que uma acomodação de terras causou o terremoto sentido em parte do Piauí e Maranhão. O coordenador da Defesa Civil, Vitorino Tavares confirmou ainda que o epicentro foi no município de Vargem Grande no Maranhão e determinou a evacuação dos prédios até que seja feita uma vistoria.

“A acomodação de placas causou esse tremor de terra, as orientações que temos é que os prédios públicos sejam evacuados e os mais velhos devem ser analisados para saber se houve algum comprometimento. Já os prédios privados devem procurar especialistas para analisar se houve algum comprometimento na estrutura”, disse Vitorino Tavares.

O coordenador da Defesa Civil afirmou ainda que o tremor foi sentido em União, Barras e Picos. Não há informações de feridos.

Vitorino Tavares diz que em caso de tremor o indicado é que as pessoas saiam do local em que estejam, e procurem acionar a defesa civil e corpo de bombeiros.

O professor de Geografia Física da Uema, Luiz Jorge Dias, também confirmou que a causa do abalo foi uma acomodação de placas. 

“Isso acontece quando as rochas estão absolutamente saturadas por conta do peso do solo pra baixo. Isso permite com que a retirada de água e a injeção das rochas se acomodem do solo até alguns poucos quilômetros de profundidade. Isso é bastante comum em áreas sedimentares como é o caso da nossa região, que são rochas mais recentes, menos instáveis e estão sujeitas a isso. Há falhas geológicas na zona costeira maranhense inferida por gel magnetismo que não é perceptível na superfície e isso faz com que haja propagação mais concentrada. Em 1994 aconteceu um terremoto semelhante por conta de um tremor ocorrido no Chile. Nos próximos dias poderão acontecer abalos secundários então é preciso que os órgãos responsáveis fiquem em alerta , principalmente em relação aos prédios que estão com estrutura comprometida”, disse o professor.

O Observatório Sismológico da UnB informa que o tremor registrado foi, preliminar, de 4.7 na escala Richter, que vai até 10 graus. O tremor foi registrado em Teresina, Itapecuru Mirim (MA) e São Luis (MA). O obsevatório ainda está investigando as causas do abalo sísmico.

Para se ter ideia da dimensão territorial do sismo, a cidade de Itapecuru, onde também foi sentido, está distante de Teresina, 255KM em linha reta, o que pode apontar para um evento sismológico em grande parte do Piauí e Maranhão. 

O fato aconteceu as 9h43. O epicentro foi no norte da cidade de Vargem Grande, no Maranhão, localizada a 230km de Teresina e 90km de São Luis. O observatório considera 4.7 uma magnitude alta em relação as já registradas no Estado.

Já o Centro de Sismologia da USP afirmou que o epicentro do terremoto ocorreu na cidade maranhense de Belagua. 

O tremor também foi sentido em União e José de Freitas. Não houve nenhuma alteração em voos na capital. Ainda não foi há informações sobre as causas do tremor.

Abalo sísmico faz prédios tremerem e alarma população de toda Teresina

O Governo do Estado enviou uma nota afirmando que em decorrência do tremor de terra, o governador Wellington Dias acionou o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e fez contato com a Secretaria Nacional de Defesa Civil. Em nota, ele afirma que a intenção é garantir a segurança da população e identificar o mais rápido possível as causas do abalo.

"Até o momento está tudo sob controle. Alguns prédios na cidade foram evacuados e não há registros de feridos ou vítimas. Vamos ainda fazer a avaliação sobre o ocorrido", disse o major Veloso, do Corpo de Bombeiros.

O tremor foi sentido em diversos pontos da capital. Na sede dos Correios, localizado no centro de Teresina os funcionários deixaram o prédio temendo que ele desabasse. O fato ocorreu por volta das 10horas.

Uma funcionária dos Correios relata momentos de terror. "Ouvi um barulho alto e depois começou o tremor. O computador, o telefone, que estava em cima da mesa, nós ficamos abalados e saimos correndo para fora do prédio", contou Izabel Tavares.

Moradores do edificio São João, localizado na Avenida Dom Severino relataram momentos de tensão. "Sensação muito ruim", afirmou uma moradora. 

O tremor foi sentido por pessoas que estavam em prédios altos. Há relatos do ocorrido também na cidade de São Luis no estado do Maranhão.

Até o momento o abalo foi sentido nos prédios da Secretaria do Meio Ambiente, na Delegacia do Trabalho, Secretaria de Fazenda, Aeroporto de Teresina, no prédio do Credshop, Ccom, ATI,CGE e Oi, todos os locais foram evacuados. 

Tremor em São Luís e outras cidades do MA

Um pequeno tremor de terra foi sentido na cidade de São Luís, capital do Maranhão, por volta das 9h45. O abalo durou cerca de 15 segundos.

Já há relatos de pessoas que sentiram a terra tremer na Ponta do Farol, Ipase, Recanto dos Vinhais e no Calhau.

No Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão todos os funcionários evacuaram o prédio. Funcionários e contribuintes que estavam na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) também saíram às pressas do edifício.

Pelas redes sociais, moradores de Nina Rodrigues, Itapecuru, Vargem Grande, Timon, Axixá e São Benedito do Rio Preto, no interior do Maranhão, já relataram também ter sentido a terra tremer.

Por volta das 10h chegaram relatos de Urbano Santos e Belagua.

Portal AZ

Notícias relacionadas