menu

Pernambuco

17/11/2015


TJPE aprova intervenção contra o prefeito de Gravatá,

O Tribunal de Justiça do Estado decidiu, por unanimidade, aprovar o pedido de intervenção contra o prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano (sem partido), nesta tarde de segunda-feira.

O placar foi 15 a zero, pela intervenção.

Os desembargadores acataram todos os termos apresentado em representãção apresentada pelo Ministério Público do Estado, há um mês.

O processo foi relatado pelo desembargador Eurico de Barros Correia. Ele votou pela intervenção e sua fala teve grande peso na decisão dos colegas. Ele reclamou que o prefeito Bruno Martiniano nunca respondeu a um pedido de informação do TJPE.

O representante do MPPE, prcurador Fernando Pessoa, fez a exposição com os motivos e, de acordo com especialistas, foi brilhante, ao resumir os fatos relatados, a partir do trabalho do TCE. No TCE, o processo foi relatado por mais de um ano pela relatora Tereza Duere.

“Os fatos são inseparáveis e as provas categóricas”, afirmaram os desembargadores.

O TJPE agora deve fazer um comunicado oficial ao governador Paulo Câmara, que decide se acata ou não a medida e indica o nome de um interventor para comandar os destinos da cidade.

Bruno Martiniano só pode ser afastado depois que o decreto do governador Paulo Câmara for publicado no Diário Oficial do Estado.

Jamildo Melo
Ne10

Notícias relacionadas