menu

Sergipe

11/05/2016


Tocha Olímpica passará por Sergipe nos dias 28 e 29

A passagem da tocha olímpica em Sergipe vai mobilizar mais de 600 profissionais das áreas de segurança pública e saúde. O evento vai ser monitorado em tempo real por Centros de Comando e Controle a nível nacional e regional, e a última reunião para discutir os preparativos finais de segurança para o revezamento aconteceu na manhã desta terça-feira, 10. Para evitar incidentes durante o evento, agentes de diversos órgãos municipais, estaduais e federais atuarão em conjunto.

O símbolo da competição internacional aterrissa no estado no dia 28 de maio, percorre os municípios de Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Dores e Aracaju, onde pernoita, e segue para Propriá no dia 29. De acordo com a sub-coordenadora de segurança da passagem da tocha em Sergipe, Cátia Emanuelli, o planejamento estratégico para o evento foi traçado pela Secretaria Extraordinária para Grandes Eventos do Ministério da Justiça.

“A participação de todo aparato de segurança pública para esse revezamento é muito importante. Devemos estar atentos a todas prováveis causas de um transtorno que possa vir a manchar a imagem do Brasil com relação ao mundo”, explicou Cátia, acrescentando que, desde 06 de abril uma equipe se reúne em Sergipe para discutir as estratégias e diretrizes traçadas pelo Ministério da Justiça.

O vice-governador Belivaldo Chagas agradeceu o empenho de todas prefeituras e órgãos envolvidos no evento, e comentou que todas as preocupações foram averiguadas. “A passagem da tocha é extremamente importante, afinal de contas trata-se de um evento mundial. Recebemos a tocha em seis municípios, onde estaremos com toda programação pronta para que a população possa participar, e aproveitamos também para agradecer todos os órgãos envolvidos para que a gente obtenha sucesso e tranquilidade com a passagem dessa tocha pelo nosso querido estado”.

Para a passagem do símbolo olímpico, foram mobilizados agentes dos Comandos de Policiamento Militar da Capital e Interior (CPMC e CPMI), Grupo Especial de Repressão e Busca da Polícia Civil (GERB-PC), Forças Armadas, Bombeiros, Marinha, Polícias Federal e Rodoviária Federal (PF e PRF), Grupamento Tático Aéreo (GTA), Guarda Municipal e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e das prefeituras que receberão o revezamento da tocha olímpica.

Haverá planos de segurança para todas as etapas da passagem da tocha em Sergipe, envolvendo questões como deslocamento rodoviário e aéreo, circulação nos municípios e coordenação dos Centros de Comando e Controle.

Notícias relacionadas