menu

25/07/2019


Toffoli determina que Petrobrás abasteça navios iranianos retidos no Paraná

247 – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, determinou que a Petrobrás abasteça os dois navios iranianos que estão atracados há quase 50 dias no Porto de Paranaguá (PR) por falta de combustível. A petroleira vinha se recusando a vender o combustível alegando que as embarcações estão na lista das empresas que sofrem sanções dos Estados Unidos. Nesta semana, o Irã reagiu e ameaçou suspender as importações feitas a partir do Brasil e que somam cerca de US$ 2 bilhões.

Na decisão, tomada na noite desta quarta-feira (23), Toffoli ressaltou que a empresa Eleva, responsável pelos navios Bavand e Termeh, não figura na lista de empresas sancionadas pelos EUA. Toffoli também observou que o não abastecimento das embarcações ameaça a balança comercial brasileira com o Irã, maior importador do milho nacional

Somente o navio Bavand já tem em seu porão quase 50 mil toneladas de milho e o Termeh espera uma carga de outras 60 mil toneladas. A carga é avaliada em aproximadamente R$ 100 milhões. O Irã responde por cerca de 1/3 das exportações de milho do Brasil.

Ainda de acordo com Toffoli, a Petrobrás não sofrerá sanções por parte dos EUA, já que o abastecimento foi determinado por ordem judicial.

Notícias relacionadas