menu

Pernambuco

20/07/2015


Torcedor sofre, de novo, para chegar à Arena Pernambuco

Os torcedores que foram à Arena Pernambuco ver o jogo entre Sport e São Paulo neste domingo (19), em São Lourenço da Mata, no Grande Recife, enfrentaram trânsito intenso na Avenida Abdias de Carvalho e nas BRs 232 e 408, na tarde deste domingo (19). Faltando apenas 30 minutos para o jogo, a fila de carros andava lentamente. Esta não é a primeira vez que o público enfrenta problemas para chegar ao estádio que recebeu jogos da Copa do Mundo no ano passado.

Para chegar à arena, o Governo do Estado anunciou para este domingo uma nova linha de ônibus, semi-expressa, que tem como ponto de partida a Praça do Derby, e para em outros dois pontos antes de chegar à arena. O valor é de R$ 7 e ficará disponível para as próximas partidas do estádio.

A outra opção de transporte público para chegar à Arena Pernambuco é o metrô. Há vários jogos de futebol, o Sindicato dos Metroviários para ou ameaça parar as atividades pela insegurança. Neste domingo (19), é a equipe de supervisão quem opera os trens, já que os metroviários se recusaram a trabalhar sem garantia de segurança.

O esquema policial divulgado para este domingo foi de 507 militares, distribuídos no estádio, nas estações de metrô e TIs.

No último dia 11, uma briga entre torcidas organizadas do Santa Cruz e Náutico deixou 65 das 72 as janelas de um trem quebradas. Na ocasião, ninguém foi preso. No dia seguinte, nenhuma estação abriu, por decisão do sindicato.

O Sport disponibilizou ônibus fretados, saindo da Ilha do Retiro, no valor de R$ 15 (ida e volta). Sugestão que gerou polêmica no último jogo na Arena PE, entre Náutico x Flamengo, o uso de táxi foi incentivado novamente pelo governo, com a garantia de um aumento da frota e convênio com os taxistas de Camaragibe e São Lourenço da Mata.

A volta para casa também foi complicada para os torcedores. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o grande volume de veículos saindo da Arena Pernambuco se junta com o trânsito intenso da BR-232, com os veículos voltando de Garanhus, no Agreste do Estado, onde acontece o Festival de Inverno (FIG).

DEPREDAÇÕES – Até às 18h50, pelo menos cinco veículos haviam sido depredados no terminal Cosme e Damião. Segundo o assessor de comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Genildo Pereira, o policiamento nos corredores que levam à arena é deficiente.

"[Foram depredados] assentos, portas, luminárias, o ventilador foi arrancado… O ônibus é para transportar pai de família e não marginal", pontuou, referindo-se a integrantes de torcidas organizadas. De acordo com Genildo, os carros estão sendo tirados de circulação. 

Ne10

Notícias relacionadas