menu

Brasil

14/02/2014


Um homossexual é morto a cada 28 horas, diz relatório

Comportamento

Mais de 310 pessoas foram assassinadas por homofobia em 2013. O número foi revelado nesta sexta-feira (14) pelo Grupo Gay da Bahia, que divulgou nova edição do Relatório Anual de Assassinato de Homossexuais no Brasil. Isso indica que, a cada 28 horas, um homossexual é morto.

Segundo a organização, houve uma queda de 7,7% na comparação com o números de assassinatos de 2012. Para o grupo, os governos federal e estaduais não apresentam propostas efetivas para a proteção e na garantia de segurança da comunidade LGBT.

Outro dado apresentado pela organização é de que penas 30% dos casos de assassinato por homofobia tem seus autores identificados.

No geral, a região Nordeste é a que mais registre crimes desse tipo de natureza, com 43% do total de casos. O relatório também inclui na lista 10 casos de suicídios, onde a pressão homofóbica teria levado a pessoa a cometer o ato.

 

(do site iG)

Notícias relacionadas