menu

Bahia

13/10/2019


“Um sonho realizado de alguém que dedicou a vida a cuidar do próximo”, diz governador da BA sobre canonização de Irmã Dulce

O governador da Bahia, Rui Costa, acompanhou diretamente da Praça São Pedro, no Vaticano, a cerimônia em que Irmã Dulce foi reconhecida como santa pela igreja católica, neste domingo (13).

“É a celebração que realizou o sonho de milhares de baianos, nordestinos e brasileiros, com a canonização de Irmã Dulce, agora Santa Dulce dos Pobres. Agora aguardamos a nossa missa, no próximo domingo, em Salvador. É um sonho realizado, o reconhecimento de alguém que dedicou a vida a cuidar do próximo”, afirmou Rui.

Em cerimônia na Cidade do Vaticano perante milhares de pessoas, o Papa Francisco canonizou Irmã Dulce, que se torna a primeira santa brasileira. Religiosa baiana agora passa a ser chamada de Santa Dulce dos Pobres.

A freira baiana, que dedicou sua vida ao pobre, ao doente, ao mais necessitado, passará a ser chamada de Santa Dulce dos Pobres e terá como data litúrgica o dia 13 de agosto. A religiosa, conhecida como o Anjo Bom da Bahia, é a primeira santa de nosso tempo nascida no Brasil e sua canonização é a terceira mais rápida da história (27 anos após seu falecimento), atrás apenas do Papa João Paulo II (9 anos após sua morte) e de Madre Teresa de Calcutá (19 anos após o falecimento da religiosa).

Na segunda-feira (14), acontece a primeira missa em honra da Santa, às 10h, na Basílica Sant’Andrea della Valle, localizada em Corso Vittorio Emanuelle II, em Roma (Itália). A celebração será presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. Para participar da missa do dia 14, não é necessário ingresso.

Já no próximo domingo (20), em Salvador, acontecerá a primeira celebração no Brasil pela Canonização de Irmã Dulce, a partir das 12h30, na Arena Fonte Nova (abertura dos portões ao meio dia), com a expectativa de reunir 55 mil pessoas. A programação cultural e religiosa do evento na capital baiana contará com apresentações musicais, espetáculo teatral e missa presidida pelo Arcebispo Dom Murilo Krieger.

Confira o depoimento do governador Rui Costa sobre a importância da canonização de Irmã Dulce:


Revista NORDESTE

Notícias relacionadas