menu

Brasil

03/11/2014


Usando biometria pela 1ª vez, Teresina reduz número de abstenções este ano

Piauí

Nas eleições gerais de 2014, dos mais de 20 milhões de eleitores aptos para votar pela primeira vez por meio da biometria em 704 municípios do país, aproximadamente 18 milhões compareceram às urnas.

Nesses locais, o número de abstenção no primeiro turno do pleito teve redução de 4,83% em relação ao mesmo período das eleições de 2010. A Justiça Eleitoral registrou 12,79% de abstenção em 2014 contra 17,62% em 2010, quando os eleitores desses municípios ainda não contavam com a biometria.

Já no 2° turno, 14,17% dos eleitores aptos não compareceram para votar este ano. Em 2010, no mesmo período, 21,39% deixaram de votar, ou seja, houve redução de 7,23% nas abstenções.

A queda nos números é ainda maior quando analisada individualmente por município, como, por exemplo, em Ibirataia (BA), onde a biometria foi utilizada pela primeira vez nestas eleições. Lá, o índice de quem deixou de votar foi de 13,15% este ano, contra 38,77% registrado em 2010. Uma queda de 25,62%.

BIOMETRIA
Nas eleições gerais de 2014, mais de 21 milhões de eleitores de 770 municípios de todos os estados e do Distrito Federal estiveram aptos para ser identificados por meio das digitais. Nos estados do Amapá e DF 100% do eleitorado foi reconhecido pelas digitais, além de Alagoas e Sergipe, onde todos os eleitores já são identificados biometricamente desde as eleições municipais de 2012.

Dentre as cidades que utilizaram a urna com leitor biométrico este ano, há 15 capitais: Curitiba (PR), Porto Velho (RO), Goiânia (GO), Aracaju (SE), Maceió (AL), Macapá (AP), São Luís (MA), Boa Vista (RR), Natal (RN), Brasília (DF), Rio Branco (AC), João Pessoa (PB), Recife (PE), Teresina (PI) e Palmas (TO).

(Do 180 graus Com informações da Assessoria)

Notícias relacionadas