menu

Internacional

29/07/2015


Vacina contra síndrome respiratória tem resultados promissores em animais

Uma vacina experimental contra a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (Mers) mostrou sinais promissores em testes em animais, gerando uma resposta do sistema imunológico que pode abrir caminho para uma vacina em pessoas, informaram hoje (29) os pesquisadores.

Atualmente, não há vacina contra o coronavírus, que surgiu pela primeira vez em 2012 e causou vários contágios, inclusive um surto na Coreia do Sul que infectou cerca de 180 pessoas e matou 36. A Organização Mundial de Saúde identificou 1.368 casos desde 2012, incluindo 490 mortes, a maioria na Arábia Saudita.

Ratos vacinados produziram anticorpos que neutralizaram a Mers, de acordo com um estudo do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos. As vacinas que causaram as maiores respostas em ratos foram depois administradas em macacos. Após tomarem a vacina os macacos foram expostos a uma versão do vírus e ficaram protegidos de uma grave infeção pulmonar característica da Mers.

Os investigadores trabalham agora em versões da vacina que possam ser testadas em humanos.

Agência Brasil 

Notícias relacionadas