menu

Bahia

14/06/2016


Vereador briga com manifestante: “Ele me cuspiu, dei um murro nele”

A confusão que se instalou ontem (13) na Câmara Municipal de Salvador por causa da votação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) se estendeu para o lado de fora do parlamento. Na saída do prédio, o vereador Henrique Carballal (PV), que foi eleito pelo PT mas hoje é aliado de primeira hora do prefeito ACM Neto, deu um soco num manifestante que, segundo ele, lhe cuspiu.

"O cara me cuspiu e eu dei um murro nele. Sou menino da Liberdade. Se me agredir, eu sei como me defender, e vou responder à altura", disse Carballal ao bahia.ba.

Ele diz ainda que o manifestante era militante do PSOL. "Eu vou entrar amanhã [terça, 14] com uma representação na Mesa Diretora contra Hilton Coelho. Ele incitou toda a confusão. O cara bateu no meu assessor Wellington. Um absurdo. Os policiais são testemunhas da agressão que sofri".

"Eu não vou ser intimidado. Se ficarem me vaiando, como estavam, não tem nenhum problema. Agora, eles estão acostumados a fazer esse tipo de covardia. Se vierem para o debate, eu debato com qualquer um deles. Eles são frágeis e não conseguem sustentar as ideias. Mas se vierem para a agressão física, eu sei me defender", completou Carballal.

Notícias relacionadas