menu

Ceará

04/08/2015


Volta da Assembleia tem pauta polêmica, presença de Ivo e Mesquita sem partido

Após o recesso do mês de julho, principais Casas Legislativas do Ceará retomam os trabalhos nesta terça-feira, 4. Entre destaques da volta da Assembleia, votação dos planos estaduais de Educação e Cultura, bem como a volta do ex-secretário de Cidades do Ceará, Ivo Gomes (Pros), que deixou o cargo com críticas ao governo.

Na pauta da Casa, plano estadual Educação deve provocar polêmica e intensos debates no Legislativo. Isso por conta de articulação de deputados – a maioria ligados a segmentos religiosos – contrários à inclusão de pontos que tratem do combate à discriminação de homossexuais em escolas.

Antes mesmo da chegada do documento, parlamentares da bancada religiosa da Casa já se articulavam para derrubar qualquer ponto nesse sentido do projeto. Na Câmara Municipal de Fortaleza, articulação semelhante retirou do plano municipal de Educação trechos que pregavam “superação de preconceitos, discriminações, violências sexistas ou homofóbicas”.

 

Carlos Mesquita

Na Câmara Municipal, voltará ao trabalho nesta terça o vereador Carlos Mesquita (sem partido), recentemente expulso do PMDB por apoiar Camilo Santana (PT) na eleição passada. Em sessão de abertura dos trabalhos realizada na segunda-feira, 3, nome de Mesquita aparecia sem especificação de partido no painel da Casa.

De recesso desde o dia 6 de julho, a Câmara retoma os trabalhos ainda em meio aos desdobramentos de investigação do Ministério Público (MP-CE) envolvendo os vereadores. No último semestre, avanço dos trabalhos do MP levou dois parlamentares a renunciarem os cargos. Na pauta, terá temas como transferência da sede do Legislativo para o Centro.

Notícias relacionadas