menu

Brasil

03/12/2014


W. Dias vai desmembrar, extinguir e até fundir órgãos para reduzir gastos

Piauí

A estrutura administrativa do Estado do Piauí está muito grande, pesada e inchada. Por isso, o futuro governo promoverá uma série de intervenções para diminuir o tamanho e o peso da maquina. A informação é porta voz do futuro governo, deputado Merlong Solano(PT) que deverá assumir uma secretaria. De acordo com Solano, o governador Wellington Dias planeja extinguir, fundir e até desmembrar alguns órgãos. As medidas serão tomadas logo no inicio da gestão, a fim de enxugar a folha e reduzir os gastos para retornar o Estado ao patamar legal da lei de responsabilidade Fiscal.

EXTINÇÃO
Devem ser extintos dentre outros, a Fundação Cultural, a Fundação de Esportes e Coordenação da Juventude. No seu lugar vai surgir uma secretaria De Cultura, Esportes e da Juventude.

FUSÃO
Há uma ideia de se fundir o DER com e secretara de Transportes. Os dois órgãos tem as mesmas finalidades e executam praticamente o mesmo serviço como construção e manutenção rodovias estaduais.

FUSÃO 1
Está no planejamento, a fusão da Gaspisa com a secretaria de Mineração. A Gaspisa foi criada para gerir a compra e venda de gás que deveria ser utilizada em veículos auto motores. Sua função também tem a ver com os mesmos objetivos da Mineração.

POTYCABANA/TURISMO
Com a fusão da Coordenação da Juventude e Fundação Cultural, o parque Potycabana passará a ser dirigido pela secretaria de Turismo. Essa possibilidade está em análise, pois, o parque pode ficar com a nova secretaria de Cultura e Esportes.

IAPE SERÁ DIVIDIDO EM TRÊS
No novo organograma do governo, a partir de 2015, o IAPEP será desmembrado em três. Vamos ter o IAPEP Saúde, IAPEP, Previdência e IAPEP PLAMTA. Cada um com sua diretoria e autonomia sem depender um do outro.

IAPEP PREVIDÊNCIA
Para presidir o IAPEP Previdência, ou seja, o Instituto que garante a aposentadoria dos servidores públicos do Estado, o nome já foi escolhido, é o Contador Marcos Steinner, que já foi diretor do órgãos no 1º governo do PT.

SUBSTITUTO
Definido, o governador Zé filho não vai passar a faixa ao seu sucessor como informamos aqui 15 dias atrás. Mas, houve uma mudança do seu substituto nessa missão. Antes, seria o Assessor Luiz Coelho. Agora, será o secretario de Administração João Henrique Souza.

QUEM ESTÁ VIVO, APARECE
Dona Maria José Castro, 82, a piauiense que desapareceu em Salvador na Bahia durante uma excursão, apareceu. Disse a imprensa e a família, que foi rezar e quando terminou a missa o ônibus tinha partido. “Peguei outro, fui a São Paulo e estou aqui de volta”.

AOS NAVEGANTES
O grande e agronegócio não espere muita coisa do futuro secretario de Desenvolvimento Rural, Francisco Lima, deputado eleito do PT. Ele disse na TV Antena 10 que sua gestão vai priorizar os pequenos produtores dos arranjos produtivos.

ELEIÇÃO NA CÂMARA
O vereador Edson Melo(PSDB), esteve na Câmara Municipal. Licenciado para a SDU, ele que já foi presidente da casa três vezes, teve uma missão pra lá de indigesta: convencer o vereador Edvaldo Marques(PSB) desistir da candidatura.

NÃO CONVENCEU
Ouviu do colega que sua candidatura já não, lhe pertence e que, Melo teria que conversar com seus apoiadores. Na conversa com os apoiadores, Edson Melo descobriu que dos 29, Marques tem hoje certos 16 votos contando com a oposição.

O VOTO PRINCIPAL
Diz o filósofo político Homero Castelo Branco que, “eleição de Câmara Municipal e Assembleia Legislativa, o voto mais importante e que define o placar é o do prefeito e do governador”. O vereador Edvaldo Marques não tem o voto do prefeito Firmino Filho.

NOTAS & NÓTULAS
*Atenção: o feriado do dia 8 em Teresina alcança todas as repartições públicas municipais, estaduais e federais, além do comércio, indústria e Escolas particulares.

*O novo governo que se instala em 1º de janeiro já promoveu varias mudanças no seu staf. Merlong Solno que foi cotado para Administração, Educação e Saúde, deve ir para a Agespisa.

*Se demorar mais um pouco, ele acaba ficando de fora do secretariado.

*O senador Ciro Nogueira recusou o comando da Agespisa. Prefere o Detran.

*Se a eleição do novo Conselheiro do TCE ficar mesmo para 2015, o deputado Mauro Tapety(PMDB), que não se reelegeu, será o candidato oficial da Assembleia e dos deputados.

*Diz o povo que, “quando o leão morre, todo mundo dá uma dedada nele”. Para o govenador Zé Filho, “Candidato derrotado é como cachorro morto, todo mundo quer chutar”.

 

(Do 180 graus)

Notícias relacionadas