menu

Bahia

10/11/2017


Wagner inicia missão na China nesta sexta-feira

A “prospecção” e a “atração de novos investimentos” são os principais objetivos da missão que o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, inicia nesta sexta-feira (10), em Xiamen, na China. A extração e o beneficiamento de rochas ornamentais será o ponto principal da apresentação para três empresas do setor mineral.

A Bahia é o terceiro produtor brasileiro de rochas ornamentais em valor que, pela diversidade em textura e padrões cromáticos, têm excelente aceitação nos mercados nacional e internacional, contribuindo para manter a participação do país entre os dez maiores produtores mundiais desse tipo de bem mineral.

“Nosso estado possui grandes jazidas de rochas ornamentais, instalações e know-how adequados para lavra desse bem mineral e instalações de unidades de beneficiamento. Além de agregar valor à cadeia, um investimento como esse gera empregos e renda para os baianos”, afirma Wagner.

De acordo com o superintendente de Promoção do Investimento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, que acompanha o secretário na viagem, a Bahia dispõe de duas áreas privilegiadas para abrigar um polo graniteiro e verticalizar a cadeia produtiva de rochas ornamentais.

“Ilhéus e Vitória da Conquista, nas regiões sul e sudoeste do estado, concentram mais de 70% do volume dos granitos baianos produzidos. Além de manter o bem mineral no estado, a logística também seria otimizada, já que a distância das pedreiras até esses dois municípios é muito menor que o percurso rodoviário para Vitória e Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, principais centros consumidores das rochas ornamentais baianas”, diz Guimarães.

Tecnologia

Na cidade de Hangzhou, será a vez de visitar uma empresa chinesa de sistema, controle e monitoramento de segurança. “Vamos atender a um convite da empresa, que quer nos apresentar um moderno sistema de segurança, ao mesmo tempo em que vamos aproveitar a oportunidade mostrar o que a Bahia tem a oferecer a uma empresa que tenha interesse em se instalar no estado”, comenta Wagner.

Energia renovável

A missão será finalizada em Milão, na Itália. A primeira visita será na Fimer, empresa com duas divisões, uma em soldagem que combina tecnologia e design para fazer máquinas inovadoras, universalmente reconhecidos por sua alta qualidade. A outra divisão é voltada para o mercado fotovoltaico, com desenvolvimento de um sistema mais eficiente para produção de energia.

A segunda visita será à Zucchetti Centro Sistemi, empresa de software que tem como missão criar produtos inovadores, eficientes e competitivos, responsável pela produção do ZCS Azzurro, um inversor fotovoltaico de última geração que promete eficiência operacional e economia de energia.

“A Bahia é líder em investimentos na geração de energia fotovoltaica. Então, tudo voltado a este assunto nos interessa. Trabalhamos em ritmo acelerado na atração de investimentos. Eu e o secretário viemos prospectar nesta missão e esperamos ser portadores de boas notícias e excelentes investimentos”, finaliza Paulo Guimarães. Wagner retorna ao Brasil em 15 de novembro.

Brasil 247

Notícias relacionadas