Nordeste

Nova edição da NORDESTE traz entrevista especial com Helena Trajano, presidente da Magazine Luíza

27/02/2020


Edição 157 da Revista NORDESTE com Luíza Trajano na capa

Por Walter Santos

A nova edição da Revista NORDESTE já está na gráfica e em breve nas bancas trazendo uma entrevista EXCLUSIVA com a presidente do grupo Magazine Luíza, Luíza Helena Trajano, avaliando a conjuntura do seu empreendimento líder no País e com repercussão no exterior, tanto que está às vésperas de receber prêmio nos Estados Unidos.

Confira na íntegra:

A HISTÓRIA DE UMA LÍDER RECONHECIDA NOS EUA EMPODERANDO A MULHER BRASILEIRA

Luíza Helena é reconhecida internacionalmente, continua inovando e investindo no mercado digital com o Magalu e amplia mercado no Norte do Brasil

O mundo empresarial do Brasil convive com o reconhecimento internacional da mais importante mulher de negócios do País – Luíza Helena Trajano – que foi escolhida a Mulher do Ano nos Estados Unidos. A personagem real que receberá o prêmio em maio está envolvida com  investimentos diversificados e, na condição de presidente do grupo Magazine Luíza, anuncia ampliação dos negócios.

Revista NORDESTE – A Sra inicia nova fase em sua trajetória internacional ao ser escolhida a Mulher do Ano nos Estados Unidos. Qual o conceito que a Sra tem do prêmio e onde este fato afeta seu desempenho estratégico na empresa que preside?

Luíza Helena – Fiquei muito emocionada e grata com esse importante reconhecimento, que aumenta ainda mais minha responsabilidade com o Brasil. Também fiquei feliz pela escolha recair sobre uma mulher e espero que as portas se abram para que outras mulheres trilhem este caminho. Do ponto de vista estratégico, acredito que é um reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido pela equipe do Magazine Luíza ao logo dos anos e que está rendendo frutos para colaboradores, acionistas e a sociedade.

Edição 157 da Revista NORDESTE com Luíza Trajano na capa

NORDESTE – O que significa ser avaliada e distinguida nos Estados Unidos? Estrategicamente qual a a abrangência e a repercussão internacional dessa comenda?

Luíza Helena – Não temos planos de expansão internacional, pois ainda temos muito que crescer no Brasil, mas do ponto de vista de empresa, com ações abertas na Bolsa de Valores, é uma sinalização importante.

NORDESTE – De que forma a Sra. avalia a performance do Grupo ao aderir pioneiramente às novas táticas de comércio e ter adotado a base digital como estrutura fundamental de novos negócios?

Luíza Helena – Nossa vocação sempre foi a inovação e a criatividade em benefício do cliente. Desde 1991 atuamos com vendas virtuais e, na época, chamávamos de Lojas Eletrônicas. Ao longo dos anos fomos evoluindo, acompanhando as tecnologias. Hoje nos consideramos uma empresa digital com pontos físicos e calor humano.

NORDESTE – A Sra se sente disputando mercado com a AMAZON?

Luíza Helena – Disputamos mercado com todas as empresas do mundo. Neste segundo existem milhares de pessoas comprando algo em todo o mundo, independentemente do horário e local em que estão.

NORDESTE – Como a Sra define hoje a saldo de todo Magazine Luíza? Para um leigo que não tenha conhecimento de dados e de estatísticas dos negócios de sua empresa, como a Sra a apresentaria? Qual o tamanho de sua empresa?

Luíza Helena – Hoje o Magazine Luíza está presente em 18 estados com mais de mil lojas e um e-commerce que atende todo o Brasil e cresce a cada ano em participação de vendas. Em 2018 atingimos um faturamento de R$ 20 bilhões e o resultado de 2019 deve ser divulgado em breve.

NORDESTE – É visível os movimentos do seu Grupo se expandindo no Nordeste e já chegando ao Norte do Brasil. Qual a meta para 2020 em diante?

Luíza Helena – Continuar crescendo com pontos físicos e presença digital em todo o Brasil. Ficamos muito felizes com a entrada na região Norte do país, em 2019, e queremos ampliar nossa presença. Acreditamos que teremos uma recuperação econômica do Brasil e esperamos que o desemprego diminua, o que nos dá uma perspectiva muito otimista para este ano.

NORDESTE – Há registro de construção de um Centro de Distribuição na Paraíba, próximo a João Pessoa. O que isto significa como estratégia no Nordeste?

Luíza Helena – Já tínhamos um CD na Paraíba e investimos na mudança para buscar um espaço maior e mais moderno para atender à crescente procura de toda a região Nordeste.

NORDESTE – A Sra tem atuado numa campanha permanente de valorizar o empoderamento da mulher brasileira nos vários níveis. Como a Sra pratica esta realidade no seu Grupo e qual seu maior sonho maior no que dia respeito a redução da desigualdade entre homens e mulheres do Brasil?

Luíza Helena –No Magazine Luíza praticamente metade dos colaboradores é formada por mulheres e temos um forte programa de incentivo para que elas passem a ocupar mais cargos de liderança. O Conselho Administrativo da empresa também já tem 40% de mulheres. É uma questão de inteligência das empresas trazerem cada vez mais mulheres e diversidade. Sou a favor da junção do masculino e feminino, mas as mulheres estão muito atrás ainda.

 

Quer conferir a edição por completo e na íntegra? Clique aqui e leia. 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.