Internacional

Novos mísseis balísticos russos podem reequilibrar o poder militar, aponta The National Interest

04/08/2020


Imagem reprodução - RS-36M Voevoda

Sputnik Brasil – Um dos mísseis russos com maior alcance é o RS-36M Voevoda (SS-18 Satan, na designação da OTAN). Este ICBM, instalado em silo de lançamento, tem um alcance de aproximadamente dez mil quilômetros e é equipado com uma ogiva nuclear.

Embora o alcance do SS-18 Satan seja sem dúvida impressionante, o míssil é um tanto obsoleto. No entanto, ele já tem substituição – o Sarmat.

É provável que o Sarmat tenha um alcance ainda maior, é difícil encontrar detalhes sobre esta arma, mas estima-se que o novo ICBM seja capaz de cobrir uma distância de 18 mil quilômetros, aponta portal. Segundo informações, o Sarmat seria capaz de transportar dez ogivas grandes ou 16 ogivas de carga menor.

Outra forma de uso do míssil Sarmat é como veículo de lançamento de uma arma hipersônica avançada que está atualmente em desenvolvimento, escreve autor do artigo.

Durante o desenvolvimento deste sistema surgiram alguns problemas, por isso, a entrega em série de Sarmat para a Força Estratégica de Mísseis da Rússia foi adiada várias vezes, agora é planejado que a entrega ocorra em 2021.

O mais notável destes sistemas de mísseis é o Avangard, que será transportado por mísseis balísticos intercontinentais equipados com esses blocos hipersônicos planadores.
Seus mísseis podem voar a uma velocidade 20 vezes superior à do som e manobrar alterando sua rota e altura, ultrapassando, assim, os sistemas de defesa antiaérea do inimigo.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.