Paraíba

OPINIÃO: Walter Santos analisa e explica a nova conjuntura da Paraiba com governador Azevêdo no Cidadania

02/02/2020


Paraiba 2020: causas e efeitos da nova conjuntura produzida pelo governador no Cidadania; e agora, como fica?

O ano de 2020 chegou com fortes decisões politicas na Paraiba, coincidentemente no período de disputa municipal, cujo maior fato da atualidade  se volta para a decisão do governador João Azevedo de se filiar ao partido Cidadania, depois de romper com o ex-governador Ricardo Coutinho e sair do PSB.

A decisão do governador atrai para perto de si uma legião de remanescentes do Girassol (ex-PSB), a exemplo dos ex-presidentes estadual e de João Pessoa, Edivaldo Rosas e Ronaldo Barbosa, com a necessidade de reforçar a retórica do Cidadania como partido de Centro-esquerda, mesmo com reações de legendas como PT, PC do B e Rede em contrário.

Aliás, esses partidos de esquerda tendem a se afastar do Governo paraibano pelo histórico do Cidadania a favor do Impeachment de Dilma, do apoio a Temer, Lava Jato e ultimamente votando a favor de Bolsonaro.

Na prática, como contra-ponto realista o Governo João Azevedo passa a ter possibilidades de atrair agora a liberação de muitos empréstimos e projetos calhados até então por pendenga do presidente podendo impulsionar sua gestão atualmente com aprovação popular.

HISTÓRICO POLITICO DE RICARDO

Ninguém na Paraíba, ou fora dela, pode ignorar a postura singular de coerência de Ricardo Coutinho em vários momentos da vida nacional contra o Impeachment e o Governo Temer, bem como na luta pela liberdade de Lula. Ele foi único no PSB desde a eleição de 2014 quando seu partido apoiou o PSDB  “golpista” de Aécio Neves e ele ficou com Dilma.

Mas, em que pese o perfil socialista de RC, sua ascensão politica na Paraíba se deu primeiramente  com acordo e/ou aliança com partidos e lideranças de Centro-Direita já na prefeitura de João Pessoa atraindo PMDB vide José Maranhão e Manoel Junior, depois em 2010 o PSDB (leia-se Cássio Cunha Lima) e o DEM consolidando seu comando nesta esfera porque em 2012 ficou contra o PT e Luciano Cartaxo.

EFEITOS NA PRÁTICA

A nova conjuntura tende a fazer o Cidadania um partido forte, robusto e participando de muitas eleições municipais na Paraíba combinando com alianças estratégicas, agora sem as amarras impositivas de Ricardo.

Por exemplo: como o Governador vai tratar a eleição de João Pessoa? Vai lançar candidato – fala -se em Deusdeth Queiroga – ou se comporá com outro partido? E como será a relação com o prefeito Luciano Cartaxo e Efraim Filho, lider do DEM, apoiando a candidatura de Raoni Mendes ?

SURGE O NOVO LIDER

O fato é que com o novo cenário partidário, João Azevêdo ascende ao diminuto tabuleiro politico-partidário de lideres  passando a ser peça – chave precisando levar em conta o fator ideológico porque a Esquerda no Nordeste cumprirá papel importante em torno de Lula, embora a tragédia em torno de Ricardo Coutinho tenda a ter importante efeito em 2020 contra o ex-governador.

Há, por fim, candidaturas a se levar em conta pelo esquema do governador, a exemplo de Ruy Carneiro, Nilvan Ferreira, Walber Virgolino e Cabo Gilberto para deste contexto tirar o saldo no novo manequim politico de João Azevedo.

Em sintese, o Cidadania nasce forte.

UMAS & OUTRAS

…É preciso registrar o papel do Secretário de Comunicação e lider do Cidadania no Estado, Nonato Bandeira, na formatação do novo cenário.

…Ricardo Coutinho mantém ódio a ele por identificar seu engenho politico de implosão do PSB motivado na base pelos erros crassos do líder socialista, pior na Operação Calvário.

…O Expert Einstein Almeida nos disse logo quando da ascensão de Ronaldo Guerra no Diretório Nacional do Cidadania que ali estava dada a senha de futuro ingresso do governador no partido.

…Ronaldo Barbosa cumpre papel muito importante na nova fase partidária. Em breve traremos detalhes.

…O pastor Sérgio Queiroz não será candidato a prefeito da Capital.

…A agência MIX conversa com Nilvan Ferreira para a disputa municipal.

…Nos bastidores da Secretaria de Educação da PMJP há quem aposte que a titular da Pasta age para ser candidata de Luciano Cartaxo em 2020.

ULTIMA

“O olho que existe/ é o que vê…”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.