Pará: sétimo envolvido na chacina do Guamá se entrega

26/05/2019


O cabo Leonardo Fernandes de Lima, até então procurado por envolvimento na Chacina do Guamá, em Belém, se apresentou à sede da Divisão de Homicídios na madrugada deste domingo (26). Ele é o sétimo preso pelo crime que matou 11 pessoas. O suspeito conhecido como “Diel” agora é o único foragido procurado pela polícia.

No sábado (26), o cabo da reserva da Polícia Militar, José Maria da Silva Noronha, se apresentou também na Divisão de Homicídios. No dia anterior, a polícia prendeu o cabo Wellington Almeida Oliveira e, logo depois, o cabo Pedro Josimar Nogueira da Silva também se entregou.

De acordo com a Polícia, todos os PMs detidos foram presos pela Corregedoria da Polícia Militar e encaminhados ao Centro de Recuperação Especial Anastácio das Neves (CRECAN), em Santa Izabel do Pará.

A Secretaria de Segurança Pública (Segup) informou que há duas linhas de investigação e que em dez dias o inquérito deve ser concluído. Não foi informado o que poderia ter motivado o crime.

Ainda segundo a Segup, a prisão dos foragidos deve ser fundamental para saber quem participou, diretamente ou não, da chacina.

A polícia já sabe que o grupo é suspeito de praticar outros crimes na Região Metropolitana de Belém, mas ainda não está claro qual o envolvimento de cada um dos suspeito na chacina, por isso, é possível que mais pessoas estejam envolvidas no crime.

“Nem todos tiveram participação na ação, mas na logística, no planejamento. Porém, todos tiveram alguma relação com o crime”, explicou o secretário de segurança do Pará Uálame Machado.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.