Brasil

Pazuello não comparece a reunião convocada pelo comandante do Exército e é notificado sobre processo disciplinar

247 – O Exército Brasileiro notificou, na noite desta segunda-feira (24), o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, sobre a abertura de um processo disciplinar contra ele por sua participação em um ato político, no domingo (23), no Rio de Janeiro. A informação foi publicada pela CNN Brasil.

Pazuello foi convocado para uma reunião com o comandante do Exército, Paulo Sergio Nogueira, em que seria informado sobre o processo disciplinar. Como o ex-ministro não compareceu, foi notificado pelo comando do Exército por escrito, e tem 10 dias para apresentar sua defesa por escrito.

O comandante do Exército, Paulo Sergio Nogueira, iria informar o ex-ministro pessoalmente, mas não chegou a tempo no Rio de Janeiro. A instituição militar avalia alternativas para o general, como a possibilidade de ele ir para reserva. Outra punição seria o Alto Comando pedir a aposentadoria dele.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp