Nordeste

Pernambuco registra dois casos de rara síndrome inflamatória em crianças associada à Covid-19

Casos são de criança de 5 anos e adolescente de 12, residentes na Mata Sul do Estado, e que já receberam alta médica

07/08/2020


André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco - Foto: SEI

Pernambuco notificou dois casos de crianças acometidas com a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), doença rara associada ao novo coronavírus e monitorada pelo Ministério da Saúde desde maio. Os dois registros foram feitos no início do mês de julho e ambos já receberam alta médica, além de não apresentaram sequelas.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), que divulgou os registros nessa quinta-feira (6), os dois casos notificados em Pernambuco são de uma criança de 5 anos residente em Joaquim Nabuco, na Zona da Mata Sul, atendida no Hospital Correia Picanço, no Recife; e de um adolescente de 12 anos, de Sirinhaém, também na Mata Sul, e atendido no Hospital Oswaldo Cruz, no Recife.

O primeiro alerta sobre a enfermidade em nível global foi feito em abril pelo sistema de saúde inglês. Ainda não há estudos científicos que comprovem a relação causal entre a Covid-19 e a síndrome, mas a evolução da doença é acompanhada no País.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.