Brasil

PMDB já traiu decisão de abandonar cargos do Governo, ironiza senador; vídeo

31/03/2016


O senador Roberto Requião ironizou a decisão do PMDB de deixar o governo federal, entregando ministérios e cargos, já que na sessão plenária do Senado desta terça-feira (29), a bancada do partido na Casa aprovou uma indicação do deputado Eduardo Cunha para a diretoria da Agência Nacional da Aviação Civil. Requião foi o único peemedebista a votar contra a indicação de Juliano Alcântara Noman para a ANAC, apadrinhado pelo presidente da Câmara, um dos líderes anti-Dilma.

Veja como Requião desmoralizou, horas depois de aprovado, o rompimento do PMDB com o governo federal.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.