Nordeste

Polícia Militar fiscaliza cumprimento de decreto no fim de semana em todo o Piauí

21/06/2020


O Governo do Piauí adotou medidas rígidas para este sábado (20) e domingo (21) em todo o estado para conter o avanço da Covid-19 e reduzir o índice de transmissibilidade. Um exemplo é a restrição de funcionamento de alguns setores da economia. A Polícia Militar do Piauí (PM-PI) está responsável pela fiscalização do cumprimento do decreto estadual que tem o objetivo de alcançar um índice de isolamento social de 55%.

A PM-PI está realizando, durante todo o fim de semana, a operação “PM na Rua, Povo em Casa” em várias regiões da capital e do interior do estado, com o objetivo da preservação da ordem pública, além do policiamento ostensivo. Foram intensificadas ações nas barreiras sanitárias das rodovias e o patrulhamento das áreas comerciais. “Todos os batalhões da capital, principalmente o BPRone, BPRE e CIPTran estão atuando desde às 8h deste sábado e, no interior, os batalhões de Parnaíba, Picos, Floriano, São Raimundo Nonato, Uruçuí, Corrente, Bom Jesus, Piripiri e Oeiras. Estamos orientando a população a permanecer em casa durante esse período, bem como fiscalizando transportes de pessoas, funcionamento de estabelecimentos comerciais, festas clandestinas entre outros, tudo em consonância com os decretos em vigor”, disse o comandante-geral da PM, coronel Lindomar Castilho.

São 40 locais de atuação, entre pontos de bloqueio do tipo barreiras e locais de patrulhamento em áreas comerciais, 53 viaturas e 162 policiais destinados exclusivamente para essa operação. “A Polícia Militar em conjunto com outros órgãos realizando a fiscalização, tanto na capital quando no interior do estado, objetivando o cumprimento do decreto. Concomitante a essa operação, a PM continua trabalhando e atendendo outras ocorrências”, ressaltou o comandante.

TEMPO DE AÇÕES – Pela quinta vez, o Governo do Estado adota medidas mais rígidas aos fins de semana para evitar aglomeração de pessoas e o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos. Desta vez, também com a suspensão do serviço e transporte intermunicipal.

Segundo comandante, o descumprimento do decreto acarretará em crime de desobediência. “Aos que forem flagrados descumprindo o decreto serão lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) por descumprimento de medida sanitária e por crime de desobediência, que será encaminhado ao juizado. Os policiais estão orientados nesse sentido”, afirmou.

De acordo com Lindomar Castilho, a expectativa é de que a ação transcorra com tranquilidade. “A operação busca exatamente que a população permaneça em casa. Como sabemos, é a medida mais correta para evitar o alastramento dessa pandemia e a consciência das pessoas é que vai permitir que isso ocorra. Então, esperamos a compreensão de todos. A expectativa é que tenhamos poucas ocorrências, poucas intervenções e que a população entenda que essa ação é necessária”, frisou.

Todo o efetivo de policiais que está trabalhando nesta operação está utilizando os Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como máscaras, luvas e álcool em gel.

Na última operação realizada pela PM, entre os dias 15 a 18 de junho, foram orientadas 10.600 pessoas e 7.000 veículos abordados e averiguados. Os policiais atuaram em ações preventivas e prestando apoio aos órgãos de saúde e Vigilância Sanitária.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.