Internacional

Porta-voz chinês ignora ataque de Bolsonaro e diz que Brasil e China irão vencer o vírus

22/10/2020


247 – O porta-voz da China, Zhao Lijian, afirmou que o Brasil e o país asiático “têm colaborado nos testes de vacinas, e nós acreditamos que essa colaboração irá ajudar na vitória final sobre o vírus na China, no Brasil e ao redor do mundo”. A informação foi publicada pela coluna de Marcelo Ninio, no jornal O Globo.

A declaração foi concedida após Jair Bolsonaro anunciar que o governo não comprará doses da CoronaVac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pela Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. Ao todo, 46 milhões de doses seriam compradas.

Mesmo após o posicionamento do porta-voz, Bolsonaro voltou a fazer ataques ao país asiático, desta vez, com uma conotação racista. Ele disse que a vacina Coronavac não possui credibilidade “pela sua origem”. “Existe um descrédito muito grande por parte da população, até porque, como muitos dizem, esse vírus teria nascido lá”, acrescentou.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.