Nordeste

Pré-candidato do PT em João Pessoa diz que não dialogará com interventores nacionais e que não há acordo com ex-governador Ricardo

Declaração veio após a presidente nacional, Gleise Hoffmann, encaminhar documento ao TRE-PB pedindo anulação de sua indicação como candidato a prefeito para apoiar Coutinho.

17/09/2020


Revista Nordeste

O candidato aprovado em convenção do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa, Anísio Maia, revelou, nesta quinta-feira (17), que não reconhece nem dialogará com interventor enviado pelo Diretório Nacional para impor apoio à candidatura de Ricardo Coutinho, ex-governador do Estado. A declaração veio após a presidente nacional, Gleise Hoffmann, encaminhar documento ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) pedindo a anulação de sua indicação como candidato à prefeitura paraibana para apoiar Coutinho.

“Entendemos que produzimos legalmente e politicamente todas as exigências partidárias, dialogadas com o Nacional, por isso não admitimos o processo em curso nem dialogaremos com qualquer interventor”, afirmou o candidato Anísio Maia.

Ele acrescentou:

“Se antes era 98% a favor da candidatura que consolidamos, hoje é 100% dos dirigentes e filiados com posição fechada de jamais votar nessa candidatura imposta e anti-democrática do interventor Ricardo Coutinho. Jamais votaremos nele”, concluiu.

Anísio disse ao final que Ricardo Coutinho age na tentativa de explodir o PT em João Pessoa, visando apenas o tempo do guia eleitoral da legenda, mas que não conseguirá porque o partido, diz ele, vai superar esse atentado antidemocrático.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.