Nordeste

Prefeitura de Teresina estuda contratar médicos de outros estados para trabalho nas UTIs da Covid-19

A prefeitura, segundo Firmino Filho, tem encontrado dificuldades para contratar médicos

16/06/2020


Na imagem o prefeito de Teresina Firmino Filho

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), admitiu nesta terça-feira (16) a possibilidade da contratação de médicos de outros estados para atender a rede municipal de saúde da capital do Piauí no tratamento da Covid-19.

“Estamos trabalhando a possibilidade, a gente não quer fazer isso, mas eventualmente precisaremos contratar médicos de outros estados, da região Sudeste [por exemplo]. Estamos trabalhando essa alternativa, mas queremos ter a maior quantidade de médicos da nossa cidade para que possam contribuir com esse momento importante. Mas, há a alternativa de médicos de outros estados para que se possa completar”, disse o prefeito.

A prefeitura, segundo Firmino Filho, tem encontrado dificuldades para contratar médicos que atuem nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), onde são internados os casos mais graves de pacientes com Covid-19. No último fim de semana, houve uma convocação de emergência para esses profissionais.

“Avançamos muito com a chegada de 70 ventiladores para a rede municipal, mas temos encontrados outros limites como a escassez de mão de obra qualificada, de médicos plantonistas. Chamamos todos os médicos no último processo seletivo, melhoramos a remuneração, precisamos de médicos, mas estamos com muita dificuldade para fechar os plantões”, disse.

“Vocês que têm compromisso com a vida, vocês estão sendo chamados para servir ao nosso povo. Faço esse chamamento para darmos a assistência mínima necessária para que as pessoas possam lutar pela vida em uma UTI”, concluiu Firmino.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.