Brasil

Presidente da Fiesp e aliado de Bolsonaro, Paulo Skaf é denunciado por propina de mais de R$ 5 milhões

Skaf é um dos principais apoiadores da criação do partido Aliança pelo Brasil, idealizado por Jair Bolsonaro

28/04/2020


Skaf é um dos principais apoiadores da criação do partido Aliança pelo Brasil, idealizado por Jair Bolsonaro

BRASIL 247 – O presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) sob a acusação de receber R$ 5,1 milhões em propinas na campanha pelo governo estadual em 2014. Skaf é um dos principais apoiadores da criação do partido Aliança pelo Brasil, idealizado por Jair Bolsonaro, que anda está em fase de regularização pela Justiça Eleitoral.

Segundo reportagem do jornal O Globo, o MPE alega que a campanha de Skaf teria recebido as propinas através do marqueteiro Duda Mendonça, que atuava na elaboração das peças publicitárias.

Skaf, que já concorreu ao governo de São Paulo em 2010, 2014 e 2018, mas nunca chegou no segundo turno, foi denunciado pelos crimes de caixa 2, lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Além do presidente da Fiesp, o MPE também denunciou outras oito pessoas, incluindo o publicitário Duda Mendonça e o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht. A denúncia foi apresentada pelo promotor da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo Fábio Ramazzini Bechara.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.