Internacional

Putin eleva imposto sobre mais ricos e cria auxílios para afetados por pandemia

Presidente da Rússia explicou que rendas superiores a 5 milhões de rublos (cerca de US$ 72,9 mil) serão tributadas em 15%, contra os atuais 13%

03/07/2020


Na imagem Vladimir Vladmirovitch Putin, presidente da Rússia

Valor

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou um reajuste de impostos para as rendas mais altas do país e novos subsídios para auxiliar para empresas e famílias mais afetadas pela pandemia da Covid-19.

Em discurso transmitido pela televisão, Putin explicou que rendas superiores a 5 milhões de rublos (cerca de US$ 72,9 mil) serão tributadas em 15%, contra os atuais 13%.

Putin afirmou que o governo espera arrecadar 60 bilhões de rublos com a medida (US$ 87,1 milhões). O dinheiro, segundo ele, será usado para bancar o tratamento médico de crianças.

No discurso, o presidente russo também anunciou novas ajudas para famílias e empresas mais afetadas pela pandemia da Covid-19. Para ele, as consequências econômicas da crise representam “sérios desafios” para a Rússia.

As medidas foram anunciadas dias antes de os russos votarem em um referendo que pode permitir que Putin permaneça no poder até 2036. Caso a reforma constitucional seja aprovada pela população, ele será autorizado a disputar mais duas eleições presidenciais.

Putin tem sido criticado pela resposta à pandemia da Covid-19. A Rússia é o terceiro país com mais casos da doença, atrás apenas de Estados Unidos e Brasil. Hoje, porém, ele afirmou que as medidas do governo ajudaram a salvar milhares de vidas russas desde o início da crise.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.