Nordeste

Rede Pública Estadual de Pernambuco se destaca na Olimpíada de Inglês

18/11/2020


Imagem ilustrativa

Revista Nordeste

Professores e estudantes da rede pública de ensino de Pernambuco venceram a segunda edição da Olimpíada de Inglês, concurso cultural que busca estimular o ensino de inglês com tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos em idade escolar. A competição nacional, que é voltada para estudantes e professores de escolas públicas e privadas, é promovida pela ChatClass, juntamente com o Escritório de Ensino de Língua Inglesa (RELO) da Embaixada e dos Consulados dos EUA no Brasil.

Sthefanne Araújo, professora da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Deolinda Amaral, localizada em Lajedo, e Adriana Lins da Silva, professora da Escola Dr. Fernando Campelo, localizada em Escada, venceram na categoria Professor do concurso e ganharam certificado, medalha de participação, imersão online no estudo do inglês e livros.

Adriana comentou sobre o ensino remoto, que para ela foi um grande desafio tanto para os estudantes como para educadores. “Ouso dizer que foi um desafio ainda maior para nós professores, pois acompanhar o desenvolvimento dos alunos de forma remota não é uma tarefa fácil. Além disso, foi um momento em que tomei consciência da responsabilidade de educar e ajudar a democratizar o ensino do inglês no meu estado”, contou a professora da Escola Dr. Fernando Capelo.

“Participar da Olimpíada como professora de inglês fez com que me motivasse para buscar novas metodologias de ensino, inserindo o meio digital como principal ferramenta. Assim como eu, os alunos também foram impactados e tiveram a oportunidade de reconhecer o inglês como uma ferramenta que os conecta a diversos mundos como o tecnológico, o acadêmico, o científico e o profissional, podendo a partir dessa experiência mudar seus futuros”, pontuou Adriana.

Além de Adriana, uma estudante da Escola Dr. Fernando Campelo também se destacou no certame. Welleny Larissa, estudante do segundo ano do Ensino Médio, venceu na categoria Médio Iniciante. Para ela, o sentimento é de felicidade. “O inglês é importante, pois como ele eu me sinto inserida no mundo tecnológico globalizado. Além disso, o idioma é como um ponto de início na minha vida acadêmica, visto que eu sonho em ser médica e dominar o inglês será fundamental para meus estudos”, comentou Welleny.

Os participantes utilizaram a Inteligência Artificial (IA) da startup para realizar atividades de forma dinâmica e intuitiva pelo WhatsApp, treinando a fala, escrita, leitura e escuta. Para participar, os alunos deveriam, obrigatoriamente, fazer parte de uma turma de um professor cadastrado na plataforma e estar cursando os últimos anos do Ensino Fundamental ou estar no Ensino Médio em escolas públicas ou particulares.

Premiação – Estudantes premiados ganharam certificado, tutoria virtual com professor de inglês por três meses, curso de inglês com Virtual English Language Fellow, bolsa de estudo de preparação para o Enem e isenção na taxa de realização do teste TOEFL Junior. Já os professores conquistam certificado e medalha de participação, imersão online no estudo do inglês e livros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.