Nordeste

São Luís tem 90% dos leitos clínicos do SUS em hospitais da rede estadual ocupados

De acordo com Secretaria de Estado da Saúde restam apenas oito leitos do SUS desta especialidade na rede estadual disponíveis na capital maranhense.

17/04/2020


Maranhão tem convivido com grande crescimento do novo coronavírus — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

Em meio ao crescimento vertiginoso dos casos do novo coronavírus no Maranhão o número de leitos disponíveis nos hospitais começa a diminuir paralelamente no estado. De acordo com informações divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde 90% dos leitos clínicos do SUS (Sistema Único de Saúde) instalados na rede em São Luís exclusivos para Covid-19 já estão ocupados.

Isso quer dizer neste momento na capital maranhense restam apenas oito leitos clínicos livres, já que a capacidade da rede estadual de saúde é de 80 leitos. No interior do Maranhão esse número é bem menor, pois dos 40 leitos disponíveis apenas um está ocupado, o que equivale a uma ocupação de 2,5%.

Existe uma grande preocupação em relação aos leitos de UTI, que recebem pacientes de maior gravidade da Covid-19. De acordo com informações da SES 56,25% (45) destes leitos estão ocupados e 35 estão disponíveis.

No interior do Maranhão apenas cinco dos 52 leitos do SUS instalados na rede estadual de UTI exclusivos para tratamento da Convid-19 estão ocupados. Segundo a SES, 47 estão disponíveis, em uma ocupação de 9,62%.

Esta semana em uma entrevista coletiva virtual, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), informou que irá disponibilizar mais 100 leitos nos próximos dias. A SES ainda não divulgou quantos serão de UTI e quantidade destinada para enfermaria.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.