Nordeste

Secretário pede apoio da população para evitar segunda onda da Covid-19 no Piauí

Florentino Neto pede à população que continue mantendo o protocolo de cuidados para não haver novo pico de casos do coronavírus

01/10/2020


Revista Nordeste

Usar máscaras, lavar constantemente as mãos e manter o distanciamento social para evitar novos picos da Covid-19 no Piauí. Este é o apelo do secretário de Estado da Saúde (Sesapi), Florentino Neto para a população piauiense.

Segundo o gestor, a doença causada pelo novo coronavírus tem demonstrado uma trajetória de redução do contágio e de óbitos no Estado, entretanto não se deve afrouxar as medidas de precaução. “Nos últimos dias, temos observado uma elevação do número de casos e, por isso, chamamos a atenção da população para dar continuidade aos cuidados que foram adotados desde o começo da pandemia”, afirmou.

De acordo com Florentino, o Piauí tem flexibilizando as atividades econômicas no Estado, mas isso não significa que as medidas de precaução foram abolidas. “Essas atividades só foram autorizadas a funcionar porque todos estavam obedecendo os protocolos e tínhamos uma redução do contágio. Precisamos continuar seguindo com os cuidados que foram estabelecidos. Esse cuidado é fundamental para que a gente continue vencendo essa batalha. É uma guerra diária, semanal e não podemos parar”, enfatiza o secretário.

Como ainda não há remédio ou vacina para a Covid-19, novos picos de casos podem acontecer se os protocolos de higiene forem descumpridos. “Temos que continuar usando máscaras; lavando constantemente as mãos; usando álcool em gel e mantendo o distanciamento social para que possamos continuar reduzindo o contágio. Seguir o protocolo é fundamental para que nós possamos vencer de uma vez por todas essa guerra. Não devemos e nem podemos retroagir com novo crescimento do número de casos e de óbitos”, diz Florentino.

O secretário enfatiza ainda que o Piauí está em processo de redução do número de leitos destinados exclusivamente à Covid-19 para que eles sejam usados para o tratamento de outras patologias. Muitas cirurgias marcadas foram adiadas por conta da pandemia e agora elas serão retomadas. “Para que nós possamos continuar aumentando a estrutura hospitalar para o tratamento de outras doenças, temos que continuar reduzindo o número de casos da Covid no estado”, explica.

O Estado vai manter as parcerias com os municípios fazendo os programas Busca Ativa, barreiras sanitárias e o Monitora Covid. “Para que o controle da Covid-19 aconteça é fundamental o apoio da população mantendo os protocolos de higiene e ficando em casa. Se possível, só sair de casa se for estritamente necessário”, pede Florentino Neto.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.