Política

Senador acusa governo federal de reter verbas e prejudicar combate ao coronavírus

Segundo o senador pernambucano, os recursos seriam usadas para instalar novos leitos de UTI, para a aquisição de respiradores e para a contratação de novos profissionais de saúde.

07/04/2020


AGÊNCIA SENADO – O senador Humberto Costa (PT-PE) acusou nesta terça-feira (7), em pronunciamento, o governo federal de não repassar aos estados e municípios os recursos necessários para o combate à pandemia do coronavírus. Verbas estas que, de acordo com o parlamentar, seriam usadas para instalar novos leitos de UTI, para a aquisição de respiradores e para a contratação de novos profissionais de saúde. Segundo ele, tudo isso está parado à espera do dinheiro que não é liberado.

Ele considerou igualmente muito grave que, apesar de já ter sido aprovada há vários dias, a ajuda de R$ 600,00 para a população mais vulnerável ainda não esteja sendo paga.

Humberto Costa disse que o episódio envolvendo a possibilidade de demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mostra que o presidente da República, Jair Bolsonaro, já não governa mais, sendo na prática tutelado por membros da sua equipe e pelo Congresso. Ele disse que o mandatário não tem capacidade para desempenhar suas funções e constantemente gera crises, que depois não sabe administrar. Considerou que, no grave momento atual, de enfrentamento da pandemia de Covid-19, “Bolsonaro só faz atrapalhar”.

“O Brasil tem que enfrentar o vírus e enfrentar as ações que são desenvolvidas pelo presidente da República que, no seu afã e na sua preocupação com a economia, despreza aquelas orientações essenciais dadas por autoridades de saúde pública do Brasil e do mundo e que são as que têm dado certo no enfrentamento do coronavírus”, afirmou o senador.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.