Brasil

Sérgio Lucena adverte para alto perigo das táticas do Bolsonarismo para retrocesso

02/11/2019


O artista plástico Sérgio Lucena, atualmente morando em São Paulo, ocupou sua conta do Facebook para alertar as instituições do grande perigo em curso no Pais por estratégias estruturadas pelo Bolsonarismo visando implantar retrocessos e ameaças à Democracia.

– Ou a sociedade e as instituições acordam para o abismo que estamos nos dirigindo, ou não haverá mais lugar para a liberdade ou justiça nesse país, adverte ele.

Para Sérgio Lucena, “é preciso acordar para o fato que as ações desse governo não podem mais serem vistas como burrice, não é o caso, trata-se de uma ESTRATÉGIA! Tampouco devemos achar que se trata de insanidade, não é, isso é um MÉTODO”.

E acrescenta: “A distorção dos fatos, as mentiras repetidas à exaustão, a disseminação eletrônica via whatsapp e redes sociais dessas mentiras numa escala monumental, nada disso é gratuito”.

COMO ATUAM – Conforme expmicou, “Passo a passo esgarçam todos os limites dos padrões civilizatórios, dia após dia corroem as regras democráticas. Tentam uma, duas, três vezes até colar. Batem e esperam a reação, se ela não vem à altura batem novamente mais forte. E assim vão alargando e fazendo valer novos padrões, estabelecendo, pela banalização do desrespeito e da violência, um novo código de valores baseado no rebaixamento da civilidade”.

Por fim, opinou, ”

Caros amigos e amigas,Como um câncer, a barbárie, a intolerância e o obscurantismo avançam no corpo social corroendo o seu tecido. Bolsonaro usa os filhos e seus ministros como porta-vozes do que quer dizer e do que pensa. Se a retórica for aprovada, ele vai tomando espaço. Sem contar que, paralelamente, vai fortalecendo os braços militares que apoiam bolsonarismo radical além do aparelhamento por parte desse grupo de todas às instâncias do governo federal. Não se trata, portanto, de algo sem força, passageiro, mas de uma ameaça real à democracia.”

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.