Brasil

Termina a avaliação do ônibus elétrico em Salvador

BAHIA

19/12/2013


Após 15 dias percorrendo as ruas de Salvador chega ao fim os testes realizados no ônibus elétrico, projeto criado pelo secretário municipal da Cidade Sustentável, Ivanilson Gomes. O modal que foi avaliado pela população, serviu para reflexões acerca da qualidade de vida dos usuários, motoristas e cobradores.

Com os resultados da avaliação, na manhã de ontem o secretário recebeu empresários de transportes públicos, além dos técnicos da Build Your Dreams (BYD) para apresentar os resultados do período, com destaque para a relação entre investimento, economia de combustível e emissão de gases de efeito estufa. O evento aconteceu no Salão Esmeralda do Sheraton Hotel da Bahia.

Com capacidade para 80 passageiros, sendo 23 assentos ergonomicamente confortáveis, além de vaga específica para cadeirantes, o Eco-ônibus K9 da BYD possui 12.000 mm de comprimento e alcança a velocidade máxima de 70 km/h e uma bateria com autonomia de cerca de 250 km/h com um carregamento. Fabricado na China, o Eco-ônibus K9 possui piso baixo, não emite gases de efeito estufa e tem como uma de suas principais características ser um veículo silencioso.

Presente no evento, o gerente de negócios da BYD do Brasil, Bruno Zanetta, apresentou os resultados do período dos testes e afirmou que já esperava uma resposta positiva da população: “Já conhecemos a tecnologia e sabíamos que o K9 seria bem aceito. O legal dos testes foi o envolvimento da cidade, o envolvimento da prefeitura e a demonstração de que é viável uma alternativa limpa e sem emissão de gases, para o transporte público em Salvador”.

Entre as vantagens apresentadas, Zanetta afirmou que o K9 é um ônibus 100% elétrico que usa baterias estacionárias, não emite poluentes, o custo operacional e de manutenção é muito mais baixo em relação aos ônibus comuns, não tem ruídos, tem uma alto eficiência energética pelo fato de ter dois motores embutidos nas rodas traseiras e chega a ter uma eficiência energética a cerca de 75% a mais que um ônibus a Diesel: “O custo de energia elétrica por km rodado é cerca de R$ 0,70 de um ônibus a diesel, já o de um Eco-ônibus gira em torno de R$ 0,12. O principal resultado é que ao longo de 10 anos – geralmente este é o período de um contrato público para um ônibus – você tem uma economia em torno de 600 mil reais só de combustível”, garantiu.

iG Bahia 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.