Brasil

Walter Santos analisa nova tática velha do Governo para segurar Bolsonaro até a próxima crise

23/04/2020


O novo texto do publisher e analista politico Walter Santos traz à baila a realidade de bastidores criada por agentes militares no comando da presidência da República para cooptar os partidos, leiloando os cargos e visando segurar Bolsonaro no cargo até, como previu, a próxima crise.

Eis a análise, a seguir:

Bolsonaro se rende à “velha política” para se segurar no cargo até a próxima crise da vez; é preciso resolver este pandemônio

Quando se imaginava uma reação elevada do Congresso Nacional após nova agressão do presidente Jair Bolsonaro instigando populares contra o STF e o próprio Congresso, eis que do início da semana para cá entrou em campo a tática conhecida de cooptação dos parlamentares ao sabor da Velha Política do “toma lá, dá cá” com os partidos.

Na prática, o comando militar da Presidência da República, sob a batuta do general Braga Neto, entrou em campo decidido a ratear todo o governo com os partidos diante da velha ambição parlamentar de tirar proveito dos cargos oferecidos.

Esta foi e é a tática manjada do Poder de Plantão orquestrando uma nova tática, porém velha, de implodir o movimento de construção do impeachment de Bolsonaro diante de tantas motivações legais em fartura existentes.

A “novidade” do momento é a ação de agentes da banda militar determinando novo processo de execução de políticas como a desqualificar os tantos erros repetidos do presidente Bolsonaro e ao mesmo tempo garantir novo fôlego ao Governo até a chegada de nova crise certamente a ser criada pelo chefe do Executivo.

O fato é que a sociedade brasileira não aguenta mais tantas crises repetidas construindo incertezas diante de um Governo que não consegue mostrar um projeto bem resolvido para o País vivendo de gambiarras sazonais sem efetivar um plano de ação à altura das necessidades temporais da própria sociedade.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.