Nordeste

Xiaomi projeta abrir lojas oficiais da marca no Nordeste

Afirmação é de Luciano Barbosa, head do Projeto Xiaomi Brasil

29/07/2020


Na imagem Luciano Barbosa, head do Projeto Xiaomi Brasil

Diário do Nordeste

A pandemia do novo coronavírus atrapalhou os planos da gigante chinesa Xiaomi de expandir suas lojas físicas para outras regiões do Brasil. A empresa está de olho no Nordeste. “Está no plano de expansão sim. É uma região muito importante com muita gente apaixonada aí. Falo tanto em e-commerce que podemos medir com maior facilidade quanto por redes sociais. Pessoal gosta bastante da marca. É uma área bem estratégica para os planos da empresa”, afirmou Luciano Barbosa, head do Projeto Xiaomi Brasil sem querer antecipar se já em 2021 terá uma loja oficial da Xiaomi.

Muito dessa incerteza do quando exatamente passa mesmo pela pandemia. Segundo Barbosa, a doença fez o varejo físico fechar as portas e segurou o ímpeto da Xiaomi pela necessária expansão rumo a outras regiões do Brasil, entre elas o Nordeste.

“Isso tudo foi afetado pela pandemia. E agora precisamos entender este cenário daqui há algumas semanas, meses, para saber o impacto real”, disse Barbosa.

Em contrapartida, o executivo afirmou que a demanda por produtos Xiaomi foi toda para o online e precisou acelerar planos da empresa.

“Precisamos ampliar o online e antecipar ações”, afirmou citando números de destaque de vendas de alguns produtos na região Nordeste. “No Nordeste a balança da Xiaomi teve crescimento de 103%. Earbuds, o fone, cresceu 130% na região. Durante a pandemia o equipamento da Xiaomi que transforma TVs normais em smart cresceu bastante, o Mi Box S, foi muito vendido”, completou.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.