Nordeste

Capacetes respiratórios Elmo vão reduzir a necessidade de intubação e de leitos de UTIs no Ceará

Antonio Cardodo – ComunicaçãoInstitucional – Texto: Tatiana Fortes e Carlos Gibaja – Fotos

Ainda repercute o fato do Governo do Ceará ter recebido na manhã da ultima sexta-feira (18) mais um importante reforço para o tratamento de pacientes acometidos da Covid-19. Em solenidade realizada no Palácio da Abolição e transmitida pelas redes sociais, 250 capacetes de respiração assistida Elmos foram entregues ao governador Camilo Santana pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcante, e o diretor regional do Senai Ceará, Paulo André Holanda. O secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, e o superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará e idealizador do Elmo, Marcelo Alcântara, também participaram da entrega.

O governador Camilo Santana afirmou que pelo Estado estar recebendo oficialmente o Elmo torna o dia mais que especial. “Um equipamento que foi idealizado e produzido aqui no Ceará. É 100% made in Ceará”, apresentou Camilo. “Durante essa pandemia, um dos graves problemas que o mundo inteiro enfrentou, por conta da gravidade dos casos, era a falta de ar, a necessidade de equipamentos, de respiradores, e o doutor Marcelo, que é médico e superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará, juntamente com a Federação das Indústrias e do Senai, idealizou o equipamento que chamamos de Elmo”, reconheceu o governador.

Ainda conforme o chefe do Executivo estadual, o Elmo já está sendo utilizado e tem apresentado resposta positiva. “Este foi um ano desafiador por conta da pandemia. Mas todas as instituições se uniram. Setor produtivo, científico, academias e profissionais de saúde, a quem parabenizo sempre pelo trabalho na linha de frente”, disse o governador. “Isso é fruto dessa parceria importante. Aqui apresentamos um case, resultado dessa parceria”.

Do total, 200 equipamentos serão destinados a hospitais públicos e 50 para a Escola de Saúde Pública (ESP), que já está capacitando profissionais de saúde da rede pública para utilizar os capacetes de respiração assistida nos hospitais.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp