Nordeste

A Paraíba diante da sensibilidade do articulador Wellington Dias para construir palanque ampliado em 2022

A essa altura do campeonato diante dos novos fatos políticos a envolver diversos atores políticos em torno do projeto “Lula Candidato” em 2022, já não resta dúvidas de que há um processo de construção de palanque ampliado no caso da Paraíba.

 

Embora existam movimentos minoritários de resistência à tese, o fato é que cada vez mais se consolida a hipótese de abrigar o significado do governador João Azevedo no processo sabendo-se de sua condição de pré-candidato à reeleição.

 

Embora o ex-governador Ricardo Coutinho e o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, ambos de volta ao PT, tenham diferenças pontuais, há elementos expressivos no partido noutra direção porque, conforme as últimas eleições internas, 72% dos filiados querem palanque ampliado.

 

UM REFORÇO

Chama a atenção para o fato registrado na quarta-feira à noite com a presença na Capital paraibana do governador Wellington Dias, articulador gabaritado do PT Nacional, em conversa demorada com João Azevêdo também tratando da conjuntura política nacional.

 

Eles trataram também do Consórcio Nordeste, que terá em janeiro a posse do governador Paulo Câmara, mas de efeito prático ficou o entendimento claro de que o governador paraibano se dispõe a apoiar o projeto Lula 2022, desde que com palanque ampliado.

 

Em síntese, os amuos localizados vão precisar conviver abrigando a natureza de fortalecer a candidatura do ex-presidente superando diferenças pontuais em nome de um projeto de resgate nacional.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp