Bahia

Acusado de chamar homem negro de “macaco” é preso na Bahia

Um homem de 50 anos foi preso em flagrante sob acusação de racismo na noite da última quinta-feira (4) em um restaurante de Arraial da Ajuda, no distrito de Porto Seguro, Sul da Bahia. Turista de São Paulo, o homem de 50 anos teria xingado um homem de “macaco” e agredido uma pessoa com deficiência.

 

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento da prisão. Nas imagens, é possível ver que inúmeras pessoas acusam o turista de racismo durante a abordagem de policiais militares. Enquanto clientes do restaurante gritavam “racista” e frases como “sai da nossa terra” e “bolsominion safado”, o homem resistia a ordem de prisão.

 

Em dado momento, um dos policiais o aplicou um mata leão no turista para imobilizá-lo e algemá-lo, sob os aplausos dos presentes e gritos de “respeito!”.

 

Caso registrado como injúria racial e desacato

 

O caso ocorreu em uma dependência do restaurante Varanda Mucugê. Após a abordagem dos policiais, apesar da resistência, o turista foi conduzido à Delegacia de Porto Seguro e o caso foi registrado como flagrante de injúria racial e desacato.

 

O homem, no entanto, acabou liberado após pagamento de fiança de R$5 mil. Segundo a Polícia Civil, ele ainda teria “dirigido impropérios à guarnição da Polícia Militar”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp