Política

Agrupamento do PT-PB critica afastamento de dirigentes estaduais e envia carta à Direção Nacional

O agrupamento ‘Muda PT’, que reúne diversas correntes do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, divulgou nesta sexta-feira (6), que enviou uma carta ao Diretório Nacional da legenda, onde expressa a desaprovação pelos últimos atos da executiva estadual, afiançados pela executiva nacional.

 

No documento, o grupo critica as últimas decisões do Diretório Nacional, como a punição de petistas históricos, e mais recentemente a deposição de dirigentes do partido da executiva estadual.

O último caso aconteceu com o ex-sindicalista e ativista ambiental Arimatéia França, afastado hoje do cargo de secretário-geral do PT-PB, pelo presidente estadual da legenda, Jackson Macedo.

Leia mais: Membros do PT-PB deixam direção, apontam práticas ‘stalinistas’ de Jackson Macêdo e criticam ‘arranjo’ de Ricardo Coutinho

No último dia 29, a Executiva Nacional do PT decidiu intervir no diretório do partido na Paraíba para garantir a aliança com o MDB nas eleições deste ano. O Diretório estadual apoia o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) para o governo, em chapa com o ex-governador Ricardo Coutinho (PT), que concorrerá ao Senado.

A ação da direção nacional foi realizada porque setores do PT paraibano não aceitam a presença de Coutinho na chapa.

 

 

Em trecho do documento divulgado nesta sexta-feira (6), o agrupamento ‘Muda PT’ declara que irá construir “a vitória de Lula na Paraíba, ao lado do governador João Azevêdo, do PSB, partido que terá a vice de Lula nas eleições de 2022”.

 

O grupo também critica os últimos atos do partido, classifica-os como arbitrários e chama Jackson Macedo de “boneco ventríloquo do seu rancoroso candidato inelegível, Sr. Ricardo Coutinho”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp