Arquivo Nordeste

Água invade casas e alaga ruas em dia de chuvas no Grande Recife

Em 12 horas, choveu 64% do esperado para o mês de janeiro na capital, segundo a Apac. Trânsito ficou complicado na Avenida Mascarenhas de Morais e Rua Imperial.

 

A segunda-feira (3) começou com chuvas e transtornos para moradores do Recife e outras cidades da Região Metropolitana. Houve registro de água invadindo casas no bairro do Ibura, na Zona Sul da capital, e avenidas e ruas alagadas em outros pontos, complicando o trânsito .

 

Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) registrou 66 milímetros de chuva em 12 horas, até as 8h30, no ponto de observação do Morro da Conceição, na Zona Norte da capital, o que representa 64% da média histórica para todo o mês de janeiro, que é de 103 milímetros.

 

Morando com duas crianças, de 2 e 8 anos, e o marido em uma casa no Ibura de Baixo, na Zona Sul do Recife, a desempregada Fernanda Pereira da Silva contou que acordou por volta das 4h com a água já dentro da residência. Segundo ela, o Canal Rio da Prata transbordou.

“Molhou tudo, suspendemos os móveis e o que deu. Ainda está com água dentro de casa agora [às 8h], mas está baixando. Foi uma chuva rápida, imagina se chover mais? […] Quando eles [funcionários da prefeitura] vinham fazer a limpeza do canal, não entrava. A última limpeza foi em janeiro de 2021. “, relatou Fernanda.

 

O vigilante Jadson Lopes teve dificuldades de sair de casa nesta segunda-feira (3), na Rua Antônio Gonçalves da Cruz, no UR-05, também na Zona Sul da capital.

“Toda vez que chove, é isso. O pessoal perde móveis, a minha sorte é que minha casa é alta. Não consegui sair com a moto, tive que ir empurrando e quase caía. Cheguei tarde no trabalho. Foi muito complicado mesmo”, contou o vigilante.

A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana da capital (Emlurb) confirmou que o canal que corta o bairro recebeu ação de limpeza entre janeiro e março de 2021, apontando ainda que a nova limpeza está prevista para começar ainda em janeiro.

Na Avenida Mascarenhas de Moraes, perto do Aeroporto Internacional dos Guararapes, duas das três faixas estavam com muita água no sentido Jaboatão dos Guararapes e os veículos seguiam apenas pela mais próxima do canteiro central. O trânsito era complicado.

Na região central do Recife, também houve transtornos para quem queria seguir pela Rua Imperial em direção ao subúrbio (veja sobre outros pontos de alagamento na capital mais abaixo). Segundo a prefeitura, existe um projeto concluído de drenagem para a via, mas ainda são buscados recursos para executar a obra.

Jaboatão

O vendedor autônomo José Luiz da Silva acordou com água dentro de casa no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. “”A gente só paga o imposto. Nessa madrugada, a água chegou um metro dentro de casa. Hoje de manhã, teve vizinho que o carro estava todo molhado”, contou.

A Avenida Maria Irene, no bairro do Jordão de Jordão Baixo, na mesma cidade, também ficou alagada nas primeiras horas da manhã.

“Quando a chuva está muito intensa, a água sobe e não passa ônibus, carro. Foi uma chuva de 15 minutos que fez isso [alagou a Avenida Maria Irene]. Depois, baixa. Se tiver uma chuva intensa mesmo, de uma hora, com certeza invade os comércios daqui”, relatou a auxiliar administrativa Elisângela Beltrão.

Balanço

O meteorologista da Apac, Thiago do Vale, disse que a tendência é de que a chuva continue durante a manhã no Recife, perdendo intensidade na parte da tarde.

“Essas chuvas são comuns durante a madrugada. Como estamos com sistemas oceânicos que são favoráveis, a gente não descarta que essas chuvas ao longo do mês”, afirmou.

A Defesa Civil da capital informou, em nota, que recebeu cinco solicitações de vistoria e três para a colocação de lona nesta segunda-feira (3). Até as 8h50, nenhuma ocorrência grave foi registrada pelo órgão.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) alertou, no começo da manhã, para pontos de alagamento nas seguintes vias:

  • Avenida Domingos Ferreira com Rua Bruno Veloso, em Boa Viagem;
  • Avenida Abdias de Carvalho com Avenida General San Martin, em San Martin;
  • Estrada dos Remédios com Rua do Acre, em Afogados;
  • Avenida Recifecom Rua João Cabral de Melo Neto, na Estância;
  • Rua Córrego do Euclides com Rua Córrego do Ouro, no Alto José Bonifácio;
  • Rua Imperial com Rua Cabo Eutrópio, no bairro de São José;
  • e Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, na Imbiribeira.

*g1pe


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp