Internacional

Ainda não há evidências de que nova variante aumente a gravidade da Covid-19, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta segunda-feira (21) que ainda não existem evidências de que a nova mutação do coronavírus aumente a gravidade da doença.

“O Reino Unido relatou que esta nova variante é transmitida com mais facilidade, mas não há evidências até o momento de que seja mais provável que cause doença grave ou mortalidade”, explicou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

A líder técnica da organização, Maria van Kerkhove, reforçou que todos os vírus passam por mutações e que cientistas de todo o mundo estão avaliando cada uma das mutações para entender sua importância.

“Estamos tentando determinar se a variação tem consequência para transmissão, se há diferença na severidade da doença, se há diferença na produção de anticorpos. Mas ainda não temos evidência de alterações no comportamento do vírus. Assim que nós soubermos, nós avisaremos”, disse a líder técnica.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você