Política

Alexandre de Moraes determina prisão de Allan dos Santos

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu pedido da PF e determinou a prisão preventiva de Allan dos Santos por suspeitas de atuação em organização criminosa, crimes contra honra e incitação a crimes, preconceito e lavagem de dinheiro.

 

O ministro determinou bloqueio de contas e de remessas de dinheiro a Allan dos Santos, que está nos Estados Unidos, além de requisitar cooperação jurídica para sua extradição. A embaixada também foi informada.

 

O ministro Alexandre também atendeu pedido da PF, endossado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), e determinou que o Google informe sobre lives e doadores do canal Terça Livre, de Allan dos Santos, desde janeiro de 2020.

 

Nas decisões, o ministro aponta que a prisão é necessária para impor restrições financeiras, pois “há fortes indícios de que os valores arrecadados por meio de vídeos e lives na internet são utilizados de maneira ilícita, financiando a estrutura da organização criminosa que se investiga”.

 

As decisões do ministro Alexandre de Moraes estavam sob sigilo, mas foram divulgadas hoje em razão de vazamentos com trechos incompletos das decisões.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp