Política

Após cancelamento de reunião, Fux e Aras conversam sobre relação entre instituições

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, recebeu hoje (6) o procurador-geral da República, Augusto Aras, para uma reunião “sobre a relação entre as instituições”, conforme nota divulgada pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

 

O encontro durou cerca de 50 minutos e as autoridades deixaram o STF sem falar com a imprensa.

 

“Considerando o contexto atual, o ministro Fux convidou Aras para conversar sobre as relações entre o Judiciário e o Ministério Público. Ambos reconheceram a importância do diálogo permanente entre as duas instituições”, disse o STF, em nota divulgada poucos minutos após a reunião.

 

O encontro foi combinado na noite de ontem (5), pouco depois de Fux ter anunciado o cancelamento de uma reunião entre os chefes dos três Poderes que estava sendo articulada para os próximos dias.

 

A decisão de Fux de desmarcar a reunião entre os chefes de Poderes foi tomada após recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas e críticas ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso.

 

No encerramento da sessão plenária dessa quinta-feira (5), Fux fez um pronunciamento e anunciou que a reunião estava cancelada. O ministro relatou que, em julho, conversou com Bolsonaro sobre os limites do exercício da liberdade de expressão e o respeito entre os Poderes.

 

“Diante dessas circunstâncias, o Supremo Tribunal Federal informa que está cancelada a reunião outrora anunciada entre os chefes de Poder, entre eles o Presidente da República. O pressuposto do diálogo entre os Poderes é o respeito mútuo entre as instituições e seus integrantes”, declarou Fux.

Agência Brasil


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp