ALAGOAS

“Aqui em Alagoas as coisas acontecem”, diz presidente do Grupo Vila Galé ao destacar empreendedorismo de Paulo Dantas

 

Fábia Assumpção/Agência Alagoas

 

 

O governador Paulo Dantas visitou neste sábado (1) a área  onde será construída a segunda unidade  hoteleira do Grupo português Vila Galé em Alagoas, localizada no município de Coruripe.

 

 

 

Ao lado do empresário português Jorge Rebelo, presidente do Conselho de Administração da Rede de Resorts Vila Galé, e do prefeito de Coruripe, Marcelo Beltrão, Paulo destacou a importância do empreendimento para o desenvolvimento turístico do litoral sul do Estado e para geração de emprego na região.

 

 

 

Durante a visita e a apresentação da estrutura do empreendimento ao governador, a secretários e outras autoridades, o empresário Jorge Rebelo destacou: “Nós, do Vila Galé, ficamos encantados com Alagoas porque as coisas aqui acontecem. Há outros estados em que se fala muito, mas as coisas não acontecem. Aqui há a dinamismo e vontade de fazer acontecer”, afirmou o empresário português.

 

 

 

O governador Paulo Dantas, por sua vez, ressaltou: “Quero dizer que hoje é um dia de muita alegria, é um marco histórico para Alagoas. O grupo Vila Galé vai investir R$ 200 milhões em mais um empreendimento em Alagoas, e que o estado investiu R$ 23 milhões entre o terreno, a estrada, o acesso e área que teve que desapropriar para viabilizar esse empreendimento. Vamos fazer também o acesso, que deve ser de um quilômetro, com investimento de mais R$ 5 milhões”, anunciou Paulo.

 

Vila Galé motivará outros empreendimentos na região, diz Paulo Dantas

 

O governador observou ainda que novos empreendimentos vão querer se instalar na região, a partir da chegada do Vila Galé, como já acontece na Rota dos Milagres. “Muita gente de fora está se instalando naquela região a partir do momento que conhece, porque Alagoas tem um povo bom danado, um povo carinhoso, um povo trabalhador, um povo sincero, que tem coração de verdade, que gosta de pegar no serviço, que gosta de trabalhar. Além disso, Alagoas tem essa  beleza natural extraordinária”. acentuou Dantas.

 

 

O acordo entre o Governo de Alagoas e o ente privado para  desapropriação da área de 11.821 metros quadrados, com perímetro de 1.392,8 m, onde será construído o segundo resort da rede internacional Vila Galé em Alagoas, já foi homologado pela 12ª Vara de Coruripe.

 

 

Os recursos utilizados para o pagamento das indenizações são do Governo do Estado e a área será destinada ao Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin), que fará a transferência da área para a Rede Vila Galé através do seu programa de incentivo locacional.

 

 

O prefeito de Coruripe, Marcelo Beltrão,  disse que o investimento do Grupo Vila Galé no muncípio é um projeto de região, é um projeto de Alagoas e não só  do município. “Esse empreendimento será o alavanque do desenvolvimento através dessa vocação dada por Deus que é o turismo,  assim como as belezas naturais, mas pode ter certeza que o nosso maior patrimônio é o nosso povo”, afirmou o prefeito.

 

 

Empresário apresenta estrutura do Vila em Coruripe

 

O presidente do Grupo Vila Galé,  Jorge Rebelo, fez uma apresentação do Projeto em Coruripe Alagoas – Resort Hotel, Beach & Spa, que vai contar com dois componentes, com um investimento total de R$ 200 milhões.

 

 

O primeiro  tem a sofisticação da submarca Collection, na qual o novo resort vai contar com 144 quartos, um investimento aproximado de R$ 80 milhões e deve ser a primeira propriedade a ser entregue, em 2026.

 

 

O outro componente será um apart-hotel com 252 apartamentos e R$ 120 milhões de investimento.  Na área da praia, a unidade do Vila Galé vai ter cinco restaurantes, parque aquático, tirolesa, parque infantil, centro de convenções e spa Satsanga. Ele destacou a importância da parceria entre o governo estadual, prefeitura de Coruripe e o grupo Vila Galé para viabilizar o segundo empreendimento do grupo em Alagoas.

 

 

Rebelo ressaltou o sucesso do primeiro Vila Galé no município de Barra de Santo Antônio e o trabalho feito em conjunto com a Secretaria de Estado de Turismo para formar a mão de obra jovem da região para trabalhar no hotel.

 

 

“Fizemos uma parceria com o Estado para dar formação a 800 ou 900 pessoas, ou seja, nós ficamos com 400, mas deixámos muita gente formada para ir trabalhar noutros lugares, o que significa uma melhoria geral para toda população”, salientou o presidente do Vila Galé.

 

 

Atualmente, a rede portuguesa de hotéis tem 10 unidades no Brasil, sendo que a primeira no estado, o Vila Galé Alagoas, foi inaugurado em 2022, em Barra de Santo Antônio.

 

 

Regionalização do turismo

 

 

A secretária de Estado de Turismo, Bárbara Braga, também presente à área onde será construída a segunda unidade do Vila Galé, afirmou que este é um dia que vai ficar para a história. “Queria primeiramente agradecer, além de tudo, ao trabalho incansável do governador, porque se a gente está fazendo hoje esse trabalho de regionalização do turismo e ter investido mais de R$  20 milhões do governo é para trazer um empreendimento internacional que vai incentivar, além do fluxo de turistas estrangeiros, mais o nosso voo, que nós temos ligação direta com o mercado português, que liga nossa capital à Lisboa, sem dúvida alguma, é porque o governador colocou dentro do plano de governo dele a regionalização e a interiorização do turismo”, observou Bárbara.

 

 

A secretária de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Alice Beltrão, acrescentou que o governo do Estado já investiu mais de R$ 500 milhões para atrair empresas e indústrias para o Estado de norte a sul. “Esse é um dia de celebração porque o Vila Galé já deu certo em Barra de Santo Antônio e vai dar também, com certeza, em Coruripe”, assegurou a secretária.

 

 

“Eu falei ontem, inclusive, governador, que melhor do que a gente ter novos investimentos, ou novas empresas vindo, são empresas reinvestidas em Alagoas, porque esse é o sinal de que a gente está no caminho certo. Esse é o sinal de que o governador tem trabalhado incansavelmente para oferecer todas as seguranças jurídicas para que os empresários invistam cada vez mais em Alagoas”, finalizou Alice Beltrão.

 

 

 

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp