Brasil

Autor de ataque a bomba em ato de Lula no Rio tem prisão preventiva decretada

André Stefano de Brito passou por audiência de custódia e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva

 

 

247 – Andre Stefano Dimitriu Alves de Brito, que jogou uma bomba caseira em meio ao ato com a participação do ex-presidente Lula (PT) no Rio de Janeiro teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

 

 

Stefano participou neste sábado (9) de audiência na Casa de Custódia de Benfica, na zona norte do Rio e disse que não possui inclinação política e que teria jogado a bomba caseira como forma de protesto a uma alegada polarização ideológica que prejudicaria o futuro do país, segundo a Folha de S. Paulo.

 

 

A juíza Ariadne Villela Lopes justificou a prisão citando a gravidade do ato em local de muita aglomeração e a necessidade de desencorajar práticas violentas próximo ao período eleitoral. “Atos dessa natureza mostram-se graves, principalmente por expor a risco concreto a integridade física de diversas pessoas, uma vez que é fato notório que no ato público em que supostamente foi praticada a conduta imputada ao custodiado havia milhares de pessoas, em aglomeração, o que dificulta a dispersão das pessoas que lá se encontravam”, escreveu.

 

 

O crime de explosão está descrito no artigo 251 do Código Penal como “expor a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem, mediante explosão, arremesso ou simples colocação de engenho de dinamite ou de substância de efeitos análogos”. A pena prevista é de três a seis anos de reclusão e multa.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp