Nordeste

Bahia pode ter vacina Sputnik V na semana seguinte ao registro, diz secretário

Revista Nordeste – Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciar a retirada da exigência da fase 3 de testes da vacina Sputnik V no Brasil, o Governo da Bahia está desenvolvendo um contrato de aquisição de doses do imunizante russo para uso emergencial no estado. A informação é do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

“Saindo o registro, na semana seguinte nós já teremos a vacina aqui na Bahia”. A Anvisa, no entanto, ainda terá 30 dias para a análise da vacina – prazo maior devido à falta de estudo da fase 3 no país.

Vilas-Boas afirma ainda que, até dezembro deste ano, o Brasil poderia receber 150 milhões de doses do imunizante caso seu registro seja autorizado e o governo federal decidir adquirir a vacina.

O Ministério da Saúde divulgou uma nota que afirma a negociação pela compra de 30 milhões de doses contra a Covid-19 das vacinas russa Sputnik V e da indiana Covaxin. O imunizante russo tem 91,6% de eficácia, segundo estudo publicado na revista The Lancet nesta semana.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp