Brasil

Base governista quer atrasar instalação da CPI da Pandemia até decisão do plenário do STF

247 – Senadores de partidos aliados do governo Jair Bolsonaro deram início as articulações visando atrasar a implantação da CPI da Pandemia, que tem como objetivo apurar supostos crimes do governo federal no enfrentamento à Covid-19.

 

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, a ideia dos parlamentares é adiar a indicação dos integrantes do colegiado até que o caso seja julgado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). A estratégia visa dar tempo para que o Planalto convença os ministros da Corte a não votar pela instalação da CPI.

 

“Eu, como líder do bloco Vanguarda [DEM,PL e PSC], vou defender que as indicações sejam feitas só depois da decisão do plenário. A instalação da CPI não pode ser na próxima semana se o plenário do Supremo ainda não se manifestou”, afirmou o senador Wellington Fagundes (PL-MT). 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp