Alagoas

BNDES pode dar perdão de 70% para salvar Collor, bolsonarista, da falência

Collor foi flagrado recentemente fazendo uma defesa emocionada e vista como desproporcional de Bolsonaro em um ato pró-governo em Maceió

 

 

247 – O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) sinalizou ter chegado a um acordo com a OAM (Organização Arnon de Mello) para votar a favor do plano de recuperação judicial das empresas de comunicação da família Collor de Mello em Alagoas.

 

De acordo com o jornalista Carlos Madeiro, em reportagem do portal UOL, “o grupo negocia um total de R$ 64 milhões em dívidas, das quais o banco público é o maior credor”.

 

“Após quase três meses de negociação, um aditivo foi incluído ao plano pela empresa devedora na última segunda-feira (4). A coluna teve acesso ao novo plano, em que a OAM altera a proposta inicial, prevendo um perdão de 70% do débito original com o BNDES. Só com o banco as dívidas totalizam R$ 14,4 milhões, em valores de 2019”, informa o jornalista.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp