Brasil

Bolsonaro exalta torturador Ustra em seu ato de campanha antecipada

247 – Fazendo campanha eleitoral antecipada em evento do PL neste domingo, 27, Jair  Bolsonaro afirmou que sua luta é do “bem contra o mal”, e não da “esquerda contra a direita”. Ele também criticou as pesquisas eleitorais que apontam a liderança do ex-presidente Lula (PT).

Aumentando o tom de extrema direita para mobilizar a base bolsonarista, Bolsonaro voltou a elogiar o torturador da ditadura militar Carlos Alberto Brilhantes Ustra, morto em 2015 e condenado pelos crimes cometidos durante o regime militar brasileiro.

Apesar do recente escândalo de corrupção que atingiu o Ministério da Economia (MEC) e dos que envolvem sua família, Bolsonaro repetiu demagogicamente que não existe corrupção no seu governo.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp