Brasil

Bolsonaro chama ministro de canalha, fala como criminoso, e diz: “nunca serei preso”

Jair Bolsonaro usou o feriado da independência para cometer novos crimes de responsabilidade, e disse em discurso que ninguém conseguirá prendê-lo

247 – Jair Bolsonaro promoveu diversos ataques às instituições democráticas durante seu discurso na Avenida Paulista, na tarde desta terça-feira (7), em ato que defende um golpe de estado no país. Apesar do tom criminoso, ele disse ao final de sua fala que “nunca será preso”. Antes, disparou contra o Ministro Alexandre Morais, chamando-o repetidas vezes de canalha.

“Aos canalhas, digo que nunca serei preso”, disparou. 

Ele também voltou a fazer a defesa do voto impresso, proposta que foi derrotada recentemente na Câmara.“Não é o TSE que vai dizer que o sistema atual é seguro”, disse ele em mais um ataque contra o presidente da Corte, Luís Roberto Barroso.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp